Veja quem é quem no remake de "Pantanal"

O remake de Pantanal, novela de sucesso nos anos 90, escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida na extinta Rede Manchete está chegando. Com estreia marcada para 28 de março na  TV Globo na faixa das nove, a novela promete ser fiel a original que se consagrou como um dos maiores sucessos da teledramaturgia.

Pantanal traz a história de pai e filho que atravessa gerações, reencontros emocionantes e grandes paixões. E para você se preparar para a nova novela das 9, conheça alguns personagens:

Pantanal (Divulgação/GSHOW)

JUMA MARRUÁ (Alanis Guillen)
Na primeira versão, a atriz Cristiana Oliveira interpretou Juma Marruá, que agora será vivida por Alanis Guillen, intérprete da protagonista Rita em Malhação - Toda Forma de Amar (2019).

Filha de Gil (Enrique Diaz) e Maria Marruá (Juliana Paes), Juma cresce sob os cuidados da mãe, que a ensina a se defender de tudo e todos. Nasceu e viveu limitada ao pedacinho de terra que era de José Leôncio (Renato Góes/ Marcos Palmeira), mas que seus pais tomaram posse ao desembarcarem no Pantanal.

Alanis Guillen como Juma (Divulgação/GSHOW)

JOVE (Jesuíta Barbosa)
Inteligente e irreverente, Jove (Jesuíta Barbosa) é um jovem que, embora tenha nascido no Pantanal, pode se dizer um autêntico carioca. Filho de Madeleine (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles) e José Leôncio (Renato Góes/ Marcos Palmeira), é levado ainda bebê para o Rio de Janeiro. Jovem, vai para o Pantanal conhecer o pai e descobre que é a antítese de seu pai peão. Não que seu caráter seja menor, mas Jove é produto de seu meio. Lá, conhece Juma (Alanis Guillen), com quem descobre que suas raízes estão plantadas naquelas terras.

Jesuíta Barbosa como Jove em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

JOSÉ LEÔNCIO (Drico Alves/Renato Goes/Marcos Palmeira)
Criado no lombo do cavalo de seu pai, Joventino, cortando em comitiva os interiores deste país, conhece a vida e é talhado para ela em meio à peonada, simples e bronca, apartado de uma figura feminina desde a morte muito precoce da mãe. Após o desaparecimento de Joventino, José Leôncio (Drico Alves/ Renato Góes/ Marcos Palmeira) carrega essa dor em ferida aberta a vida inteira. Pai de Jove (Jesuíta Barbosa), Tadeu (José Loreto) e José Lucas de Nada (Irandhir Santos), carrega, além de suas amarguras, a frustração de nunca ter sido para nenhum dos três filhos o que o velho Joventino foi para ele. 

Drico Alves/Renato Goes/Marcos Palmeira serão José Leôncio em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

JOVENTINO (Irandhir Santos)
 Peão e ponteiro de uma comitiva que toca com rara maestria, Joventino (Irandhir Santos) faz seu nome tangendo boiadas pelos sertões deste país. Por onde quer que passe, é tido como o maior entre todos os peões. Com José Leôncio (Drico Alves/ Renato Góes/ Marcos Palmeira), apea no Pantanal. É um pai amoroso e carinho, um homem justo e honesto. Quer começar uma criação de gado com tudo à sua maneira. Joventino quer ver a vida caminhar no passo da natureza, não dos homens. E, como bom peão que é, não tem pressa. Sabe que, mais importante que o destino, é a jornada.

Irandhir Santos será Joventino em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

VELHO DO RIO (Osmar Prado)
Ponto de contato entre o mundo físico e espiritual e a síntese de uma consciência ecológica coletiva, o Velho do Rio é um encantado. Uma espécie de guardião deste paraíso em terra que se chama Pantanal. Apresenta-se vezes em forma de gente, vezes em forma de sucuri, a maior de todas que já se viram pelo Pantanal.

Osmar Prado será o Velho do Rio em Pantanal (Divulgação/GHSOW)

GIL (Enrique Diaz)
Gil (Enrique Diaz) é um sujeito simples e analfabeto. Embora sua falta de cultura e modos, tem um jeito brando de ser. Não à toa desabrochou um tipo correto, honesto e muito decente, tendo se tornado um ótimo marido, dedicado e atento à sua Maria Marruá (Juliana Paes). É um homem bom que nasceu em um mundo ruim e perverso. É enganado no Sarandi, no Paraná, e comete um crime que o leva fugido ao Pantanal ao lado de Maria, onde tenta reconstruir sua vida.

Enrique Diaz será Gil em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

MARIA MARRUÁ  (Juliana Paes)
Era Maria antes de se tornar Marruá. Esposa dedicada, dócil e servil. Leva uma vida sem luxo e conforto algum. Ainda assim, se considera feliz, ao menos até enterrar cada um dos três filhos que tem. Maria enterra com cada um deles um pedaço de si, de forma que quando chega ao Pantanal ao lado do marido Gil (Enrique Diaz), é um retalho de gente, sem vida, sem alma, sem esperança. Ao engravidar de Juma (Alanis Guillen), recebe a filha com ar de maldição, em um parto na beira do rio com o intuito de colocá-la no bojo da canoa e empurrá-la para as águas. Não por falta de amor, mas porque não pode suportar a ideia de perder outro filho. O destino, contudo, as quer juntas. E a natureza encontra uma maneira de fazer isso acontecer.

Juliana Pães será Maria Marruá em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

MADELEINE (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles)
Provocante, subversiva por natureza e sensual, Madeleine (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles) arrebata corações por onde vai, e por isso, embora a marcação acirrada da mãe, Mariana (Selma Egrei), vive rodeada de amigos. E pretendentes. Madeleine não dá a mínima para normas ou qualquer convenção social que a mãe tenta ditar. É capaz de deitar-se com o primeiro que cruzar seu caminho só para deixar dona Mariana de cabelo em pé. Enquanto sua irmã Irma (Malu Rodrigues/ Camila Morgado) reza pela cartilha da mãe, Madeleine reza pela do pai, blefando, aqui e acolá, para conseguir o que quer. Não tem medo de nada, muito menos de jogar alto.

Bruna Linzmeyer e Karine Telles serão Madelaine em Pantanal (Divulgaão/GSHOW)

IRMA (Malu Rodrigues/Camila Morgado)
Irma (Malu Rodrigues/ Camila Morgado) vive uma vida sem grandes emoções. Primogênita da família Novaes, nasce sob os firmes cabrestos impostos pela mãe, Mariana (Selma Egrei), sem liberdade para muita coisa além de obedecer. Na juventude, tem um pudor extremo, sempre muito cordata, obediente. Esse recato auto imposto a faz sofrer, sem que as pessoas imaginem o quanto lhe custa toda essa repressão. O que ninguém percebe também é o fardo que Mariana impõe a Irma sempre que a usa de sarrafo para a caçula Madeleine (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles).

Malu Rodrigues e Camila Morgado serão Irma em Panatanal (Divulgação/GSHOW)

FILÓ (Leticia Salles/ Dira Paes) 
Filó (Leticia Salles/ Dira Paes) surge grávida de Tadeu (José Loreto) na fazenda de José Leôncio (Renato Goes/ Marcos Palmeira), onde passa a viver e trabalhar como empregada. Sempre foi, na verdade, muito mais que isso. Filó é a alma e o coração daquela casa. O esteio. Filó é uma mulher religiosa, apegada à sua fé. Após ser expulsa de casa pela mãe aos 12 anos, encontra abrigo em uma currutela, local onde conhece José Leôncio meses antes de procurar por ele na fazenda. Recebe dele emprego, carinho, abrigo e, acima de tudo, proteção. Vira fera para proteger seu Zé contra tudo e contra todos, disposta a trair até mesmo os seus sentimentos pelo bem do patrão.

Letícia Salles e Dira Paes serão Filó em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

EUGÊNIO (Almir Sater)
Condutor de chalana desde que se compreende por gente, Eugênio (Almir Sater) é, como Trindade (Gabriel Sater) e o Velho do Rio (Osmar Prado), uma figura encantada, mítica, uma entidade que abriga aquela planície alagada. Tal qual as águas, Eugênio e sua chalana têm um propósito espiritual muito forte, o de carregar as almas, eliminar o mal, purificar e trazer vida nova, preservando o equilíbrio daquele paraíso.

Almir Sater será Eugênio (Divulgação/GSHOW)

TADEU (José Loreto)
Tadeu (José Loreto) é um sujeito muito simples e rudimentar, de poucas palavras e sem grandes ambições na vida, além de aproveitar a jornada. Na infância, troca os estudos pela garupa do padrinho, José Leôncio (Renato Goes/ Marcos Palmeira), e se torna homem tangendo a boiada junto dele por essas estradas da vida. Recebe de Zé a mesma educação que ele próprio havia recebido do velho Joventino. Mesmo depois que Filó (Leticia Salles/ Dira Paes) diz a Zé que Tadeu é seu filho, a pedido dela, o menino não tem um tratamento diferenciado. É peão e pronto.

José Loreto será Tadeu em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

TENÓRIO (Murilo Benício)
Assim como Muda (Bella Campos) e Maria Marruá (Juliana Paes), Tenório (Murilo Benício) vem do Paraná para o Pantanal com um passado que prefere esconder. Fazendeiro, marido de Maria Bruaca (Isabel Teixeira) e pai de Guta (Julia Dalavia), é um sujeito prático, frio e extremamente racional. Perspicaz, logo percebe que a vida é um jogo de cartas marcadas. Para ele, não há justiça, não há mérito, não há nada. Lição que aprende a duras penas. Muito antes de começar a ganhar, Tenório aprende a perder, até se tornar um verdadeiro mestre no jogo da vida. Para a família, é um homem moralista, retrógrado, conservador e preconceituoso. Por isso a surpresa quando Guta descobre que o pai tem outra família em São Paulo.

Murilio Benício será Tenório em Pantanal (Divulgação/GSHOW)

ANTERO NOVAES (Leopoldo Pacheco)
Eloquente, educado e sagaz, Antero (Leopoldo Pacheco) é um bon-vivant, um tipo tão polido quanto dissimulado. Embora não seja um sujeito íntegro, no sentindo literal da palavra, é absolutamente honesto. É herdeiro de uma família tradicional da alta sociedade, casado com Mariana (Selma Egrei), com quem tem duas filhas, Madeleine (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles) e Irma (Malu Rodrigues/ Camila Morgado).

Leopalda Pacheco será Antero Novaes (Divulgação/GSHOW)

MARIANA BRAGA (Selma Egrei)
Intuitiva, observadora e perspicaz, Mariana (Selma Egrei) é uma verdadeira raposa, capaz de antever onde cada passo irá terminar. Afeita à vida em meio à alta roda, assimila uma personalidade controladora e moralista, sem se tornar hipócrita. Casada com Antero Novaes (Leopoldo Pacheco), tem duas filhas, Madeleine (Bruna Linzmeyer/ Karine Telles) e Irma (Malu Rodrigues/ Camila Morgado).

Selma Egrei será Mariana Braga (Divulgação/GSHOW)