Round 6: estudante norte-coreano pode ter sido condenado à morte por contrabandear série da Netflix

Nos últimos meses, Round 6 se tornou a nova obsessão da Internet, sendo atualmente a série mais assistida da história da Netflix. Da Coreia do Sul aos Estados Unidos e além, Round 6 está prosperando, mas algumas regiões não podem assistir a série. E agora, um novo relatório sugere que um cidadão norte-coreano foi condenado à morte depois de contrabandear o programa para o país.

Round 6 (Reprodução:Netflix)


O relatório vem da RFA ( Radio Free Asia) depois que sites como CNET e Kotaku cobriram a atualização. A Radio Free Asia relatou no início deste mês que cópias do Round 6 chegaram à Coreia do Norte por meio de unidades USB e cartões SD. Isso não é muito difícil de acreditar, já que a mídia sul-coreana é frequentemente trazida para a Coreia do Norte dessa forma, mas um novo relatório sugere que um estudante que comprou uma unidade está agora sendo condenado à morte.

Em um novo artigo, as fontes da RFA dizem que o aluno anônimo comprou a unidade USB e a trouxe para a escola para mostrar aos amigos. Agora, o colegial está aparentemente enfrentando a execução por um pelotão de fuzilamento, enquanto seus seis amigos que também assistiram devem cumprir cinco anos de trabalhos forçados. Quanto aos funcionários da escola, uma série de professores e administradores foram demitidos e podem ser exilados devido ao trabalho pesado no futuro.

Round 6

"Isso tudo começou na semana passada, quando um estudante do ensino médio comprou secretamente uma unidade flash USB contendo o drama sul-coreano Round 6 e assistiu com um de seus melhores amigos na classe", relata RFA após falar com uma fonte na província de North Hamgyong. "O amigo contou a vários outros alunos, que ficaram interessados, e eles compartilharam o pen drive com eles."

Se o relatório for verdadeiro, é o resultado direto de uma lei recente aprovada na Coréia do Norte com relação à mídia estrangeira. A nação aprovou sua Lei sobre a Eliminação do Pensamento e Cultura Reacionários no ano passado, que tornou a posse ou distribuição da mídia capitalista punível com a morte. Qualquer forma de entretenimento da Coreia do Sul faz parte desse contrabando . 

A lei foi introduzida depois que a música e a televisão da Coreia do Sul começaram a permear a Coreia do Norte em taxas impressionantes por meio de organizações sem fins lucrativos. Era apenas uma questão de tempo até que Round 6 entrasse no país isolado devido à sua popularidade.


Postar um comentário

0 Comentários