O jovem que criou a 'Amazon' das drogas e ganhou duas séries na Netflix

Maximilian Schmidt, aos 19 anos, era basicamente o CEO de um império de drogas online e comandava o negócio diretamente do quarto de infância, na casa de sua mãe, na região de Leipzig, na Alemanha.

O curioso é que, normalmente, quando um caso de tráfico de drogas vem a público, é porque a operação foi descoberta pela polícia. E foi exatamente o que aconteceu: o traficante de 19 anos viu seu império ruir e acabou preso.

Shiny_Flakes: Drogas Online


Maximilian foi condenado pela venda de 914 quilos de drogas pela deep web e web comum pela justiça alemã e sentenciado a sete anos de prisão. Estimativas da polícia mostram que, de dezembro de 2013 até sua prisão em 26 de fevereiro de 2015, o jovem recebeu cerca de 4,5 milhões de euros em Bitcoin - e boa parte dessa quantia, escondida em diversas carteiras digitais, sequer foi encontrada.

Diretamente do seu quarto, Max era o responsável por gerenciar o site, conversar com clientes, combinar entrega com fornecedores, embalar as drogas e, mais importante ainda, manter toda essa operação por debaixo dos panos.

De traficante a estrela da Netflix

A curiosa história do jovem criminoso digital foi a grande inspiração para a produção da série Como vender drogas online (rápido), da Netflix. Com uma liberdade de roteiro, Maximilian torna-se o jovem Moritz (interpretado por Maximilian Mundt) que, junto com seu amigo Lenny (Danilo Kamber), criam o MyDrugs.com, apenas para que Moritz possa reconquistar sua namorada, que após um intercambio nos EUA, começa a se interessar pelas drogas sintéticas.

Como vender drogas online (rápido)

A série avança por temas que não necessariamente são fidedignos à história do real Maximilian, mas servem para dar continuidade narrativa para a série. Um fato interessante é que, por ser considerado menor de idade na Alemanha, Maximilian não cumpre uma pena como um condenado comum. Max pode deixar a prisão durante o dia e, depois de saber que sua história estava sendo transformada em uma série da Netflix, ele literalmente apareceu no set de produção e chegou a dar consultorias para os diretores para explicar com detalhes como trabalhava.

“Achamos que ele estava inventando, mas era ele”, disse o criador do show Matthias Murmann. “Foi interessante entender a mentalidade dele.

Mesmo com o estigma de série "teen" que aborda um tema mais polêmico,Como vender drogas online (rápido) foi um sucesso e já conta com três temporadas completas no streaming.


Para aproveitar o embalo, a Netlfix lançou uma segunda obra sobre a vida de Max: o documentário Shiny Flakes: The Teenage Drug Lord (Flocos Brilhantes, o adolescente barão das drogas, em tradução livre) conta a história real da vida de Max no tráfico, onde o mesmo fala pela primeira vez à mídia sobre o negócio ao estilo da Amazon que o levou a ser preso.

No trailer do documentário, ele explica seu modelo de negócios simples que fez seus milhões. “As pessoas pagavam adiantado, depois era processado e só depois eu despachava”, diz ele. "Era como vender sapatos, mas são drogas."

Além da versão de Max, o documentário conta com depoimentos de investigadores ligados ao caso e reconstituições que relembram a prisão do traficante.


Tanto a série Como vender drogas online (rápido) e o documentário Shiny_Flakes estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Via: Exame

Postar um comentário

0 Comentários