O Esquadrão Suicida tem duas cenas pós-créditos: Veja quais são

O novo O Esquadrão Suicida chegou aos cinemas nesta quinta-feira (05) e, como todo filme de heróis que se preze, ele também traz cenas pós-créditos para deixar os fãs empolgados com possíveis conexões com o futuro. E, no caso, a gente já sabe o que está a caminho.

O Esquadrão Suicida (Imagem: Reprodução/WarnerBros.)


Siga e ouça nosso podcast no Spotify:


Quem ficar na sala até o final dos longos créditos do filme vai ver duas breves cenas:

O que podemos dizer é que a primeira cena é como um primeiro olhar para um outro projeto do Universo Estendido da DC e aparece logo após o longa-metragem principal. Já a segunda chega, de fato, ao final dos créditos da produção.

O primeiro trecho se passa na praia de Corto Maltese e mostra que Weasel, chamado de Doninha na versão em português, que pensávamos ter morrido junto com o primeiro grupo da força-tarefa montada por Amanda Waller (Viola Davis), está vivo. Logo no início do filme, uma sequência de ação mostra o fracasso do grupo enviado pelo governo norte-americano, cuja operação terminou com a morte dos membros.

O Esquadrão Suicida (Imagem: Reprodução/WarnerBros.)

A cena pós-crédito não especifica em que momento da linha do tempo a Doninha retoma a consciencia e desperta. O mais provável é que o momento tenha sido só uma piada mesmo, mas pode ser que voltemos a ver Doninha no futuro.


Já a segunda cena, que é a mais importante, vem a seguir e revela o que aconteceu com o Pacificador (John Cena). No final do filme, vimos o personagem se virar contra o Esquadrão Suicida: além de ameaçar a Caça-Ratos 2 (Daniela Melchior), ele quer impedir que o envolvimento dos Estados Unidos no Projeto Estrela-do-Mar seja exposto, como Amanda Waller havia ordenado. O Sanguinário (Idris Elba) é quem surge para impedi-lo: no confronto, o Pacificador é baleado e tudo indica que ele morreu. A cena extra, então, nos mostra que ele sobreviveu.

No trecho, vemos o personagem de John Cena desacordado em um hospital, sendo observado por John (Steve Agee) e Emilia (Jennifer Holland), dois dos membros da equipe de Amanda Waller que a impediram de explodir os microchips implantados nos corpos dos membros do Esquadrão. Uma médica explica que ele precisará de algumas cirurgias, mas que poderá voltar a ação em breve. Por fim, ela pergunta para que precisam a equipe precisa dele. “Só para salvar o mundo”, respondem.

O Esquadrão Suicida (Imagem: Reprodução/WarnerBros.)

Esse rápido diálogo está ali para conectar o novo Esquadrão Suicida com a já anunciada série do Pacificador, que será lançada em 2022 na HBO Max. Com exceção de que ele terá oito episódios que misturam ação e comédia, ainda sabemos muito pouco sobre esse seriado. Os roteiros são do próprio James Gunn, que também escreveu e dirigiu o filme.


O Esquadrão Suicida - CINEMA
Pensado para ser uma espécie de leve reboot, a sequência de Esquadrão Suicida, da DC Comics, acompanha um novo time de vilões reunido por uma entidade governamental comandada por Amanda Waller (Viola Davis), com o objetivo de  realizar um trabalho sujo que ninguém tem coragem de fazer. O filme de ação e fantasia é baseado nos quadrinhos criados por John Ostrander para a DC Comics.

Veja o trailer:


Postar um comentário

0 Comentários